Protestos na África do Sul deixam 270 mortos

250 famílias já estão sem casa. Ápice foi na última semana, nas províncias de KwaZulu-Natal e Gauteng. Desigualdade social no país impulsiona o povo às ruas. A organização Médicos Sem Fronteiras lançou resposta de emergência diante do que se transformou numa crise política e sanitária na África do Sul. Posicionados na capital Joanesburgo, os profissionais avaliam as áreas afetadas, em busca de locais onde intervir. … Continuar lendo Protestos na África do Sul deixam 270 mortos