Amostras no microscópio

“O que é cultura?”, perguntam frequentemente. Pergunta pertinente, sem a qual é impossível sequer pensar no alívio da angústia que é viver em plena pandemia da doença de existir. Cultura não existe sem sociedade. Mas o que é sociedade? Basicamente, um conjunto de indivíduos. Pense em vários pontinhos dentro de um círculo. Cada pontinho representa um indivíduo, a essa colônia de bactérias pensantes damos o … Continuar lendo Amostras no microscópio

O velho-do-vento

Causa e efeito…. causa e efeito… causa e efeito… A gestalt nos ensina que o cérebro tende a simplificar o mundo que surge diante de nós…ao vermos vários traços enfileirados, por exemplo, tendemos a enxergar uma linha. A mente humana é uma fábrica de simplificações. O vento bate na árvore e me pergunto “por que o vento venta?”. De pronto, respondo a mim mesmo “o … Continuar lendo O velho-do-vento

CPI fez cloroquina voltar à pauta dos desinformadores

A tendência de retorno da cloroquina é curiosa. Parecia que a ivermectina tinha chegado pra ficar, dominando as fakenews desde as mais bem elaboradas até as mais caras de pau. Mas após o início dos trabalhos da CPI Covid, tudo muda. Coincidência? O trabalho de desinformação tem se mostrado basilar para que o presidente se sustente no poder. Não no poder burocrático, é claro, mas … Continuar lendo CPI fez cloroquina voltar à pauta dos desinformadores

Menos é mais: como o minimalismo se tornou eu

Certa vez um tal candidato da minha cidade me ofereceu 2 mil reais e o empréstimo de uma moto para que eu fizesse uma pesquisa eleitoral ilegal para ele…. Achei engraçado a maneira como em nenhum momento me pairou o dilema moral na cabeça, o modo como não tive problemas em recusar. É fato que eu nunca sequer acumulei esse valor na minha conta bancária, … Continuar lendo Menos é mais: como o minimalismo se tornou eu

Atrasos de pagamento geram falha na matrix e quase despertam a classe trabalhadora

Foi necessária mobilização da imprensa livre para que a Copromem pagasse a seus trabalhadores a pequena parte de tudo que eles produzem, a que chamamos de “salário”, derivado da palavra sal, o commodity usado no passado para representar trocas de valor. Atrasos perigosos: o trabalhador quase despertou, quase abandonou sua farda apelidada de “pobre de direita”, onde defende o chicote do próprio algoz. Enquanto funcionários … Continuar lendo Atrasos de pagamento geram falha na matrix e quase despertam a classe trabalhadora

Trans-Humanidade

Os nossos desejos, enquanto não saciados, produzem nós incandescentes de energia na linha do que chamamos de tempo… se rearranjam, remodelam-se, projetam-se em formas diversas, e não param até que algo os sacie.Desejos são energia, saciá-los é enviar energia ao universo. Quando criança, não imaginava eu aonde chegaria na posse de conhecimentos que muitos não possuem.Por outro lado, de todo conhecimento decorre uma decepção… decepção … Continuar lendo Trans-Humanidade