Bolsonaro e Auxílio Brasil são criticados no ‘Encontro’

“Mudança absolutamente eleitoreira”, “é complicado quando decide fazer graça com a vida do brasileiro”

Foto: Globoplay (reprodução)

1º de Novembro de 2021

À partir de hoje, pelo menos 22 milhões de brasileiros ficam sem subsídio financeiro do governo por conta da troca do Bolsa Família pelo Auxílio Brasil. O auxílio emergencial teve ontem sua última parcela paga ao cidadão, e nem todo mundo que teve direito a ele receberá o substituto do bolsa família. O Programa “Encontro com Fátima Bernardes”, excepcionalmente apresentado pelos jornalistas Manoel Soares e Mona Lisa Duperron, entrevistou o economista Jorge Félix sobre a alteração. A entrevista gerou críticas ao governo, que foram complementadas pelo apresentador.

Jorge: “Primeiro eu queria destacar  que não havia nenhum motivo, nenhuma justificativa técnica para o governo acabar com o bolsa família. O bolsa família era um programa que estava funcionando maravilhosamente bem, copiado por outros países, então não havia nenhum motivo para acabar.

E quem é que terá direito? Ainda tem essa incerteza, porque ele repete os critérios do bolsa família. Se a gente ver essa medida provisória que cria o Auxílio Brasil, ela é bem parecida com a medida provisória do próprio bolsa família. As pessoas que têm direito ao bolsa família serão, segundo o governo, transferidas automaticamente para esse novo programa de transferência de renda, mas como você disse, temos 22 milhões de pessoas que recebiam o bolsa família, e agora não sabemos como essas pessoas serão incorporadas ou não nesse novo programa.

Os critérios para o auxílio emergencial são de pessoas que estão na extrema pobreza e na pobreza: pessoas que recebem per capita R$86 e as pessoas que recebem entre R$89 e R$168. Agora, o programa é de condicionalidades, então ele estabelece uma série de outros critérios para as pessoas terem acesso a esse auxílio. Isso tudo está criando esse desespero, essa insegurança, essa incerteza de pessoas que precisam desses recursos para comer. Há um risco de aumentar muito a insegurança alimentar nos próximos meses”

Manoel: “Pelo que eu entendi, mudaram o nome, não sei por quais razões fizeram isso… Mas enfim, vamos seguir, né? Mona, são muitas dúvidas, né?”

Mona: “Muitas, infinitas dúvidas, e a gente vai tentar tirar um pouquinho delas. A gente separou algumas perguntas básicas aqui no telão, para que você, aí de casa, possa entender, e o Félix vai ajudar a gente. [Telão] Quando o Auxilio Brasil começa, de fato, a valer, Félix?”

Félix: “O governo está marcando a data do dia 17 de Novembro, dizendo que já vai pagar a média do que as pessoas recebiam no bolsa família, de 194 reais, com reajuste. Isso que está totalmente em dúvida: se você depende desse recurso, não conte com isso ainda, porque a gente ainda não sabe de onde o governo vai tirar dinheiro para pagar esse reajuste que ele diz, de 20%.

Só pra você ter uma ideia: por que eu falei que o Bolsa Família dava certo? Em 2014 foi o ano que teve o melhor auxílio em termos de valor. Pra nós chegarmos a esse valor, esse reajuste não deveria ser de 20%, deveria ser de 32%. Então, mesmo que tenha esse reajuste, essa pessoa não vai receber tanto quanto ela recebia no Bolsa Família.

Só pra complementar o que você falou: essa mudança de um programa pro outro é absolutamente eleitoreira, não tem nenhuma justificativa, é só porque o Bolsa Família tem uma identificação com o ex-presidente Lula, e o presidente Bolsonaro espera concorrer na eleição do ano que vem com [contra] o ex-presidente Lula. Ele só queria mudar o nome do programa, nós temos que dizer isso com todas as letras pras pessoas porque isso vai ter um impacto muito grande na vida delas e na vida de toda a economia. Não é só quem recebe o programa de transferência de renda que vai ter problema: toda a economia vai ter problema, principalmente com essas promessas do governo de pagar um auxílio maior e não dizer de onde vai tirar o dinheiro, o que está levando a impactos no mercado financeiro.”

Manoel: “É, é complicado quando decide fazer graça com a vida do brasileiro, mas vamos seguir.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s