Ao vivo, jornalista tech da CNN espalha boato do “Whatsapp Gold”

A fakenews de que haveria uma versão paga do app com mais recursos é antiga. Fernando Nakagawa apresenta programas da área, como o “Live Tech”.

Foto: Youtube (REPRODUÇÂO)

As fakenews criadas para aplicar golpes financeiros podem passar desapercebidas pelo cidadão comum, mas na maioria das vezes são identificadas por profissionais familiarizados com a área. Não foi o que ocorreu na segunda-feira (6) em que vimos Whatsapp, Instagram e Facebook sairem do ar. Ao vivo na CNN Brasil, o jornalista Fernando Nakagawa comentava a paulatina volta do serviço depois de mais de 5 horas, quando disse:

“Então algumas pessoas, Vinicius Murad, por exemplo, nosso editor aqui… acho que ele paga aquele zap gold, então acho que já voltou. Mas sem brincadeira, alguns serviços estão voltando…”

A fala de Nakagawa veio no que a CNN chama de ‘horário nobre da informação’, à partir das 18:00, no programa “CNN Prime Time”, apresentado por Roberta Russo. Ocorre que o tal “Whatsapp Gold”, suposta versão paga do app de Zuckerberg com mais funcionalidades, nunca existiu. O boato foi criado em 2016 para balizar a entrega de vírus em celulares, como uma substituição da já superada mensagem que alertava que o facebook seria pago em dado momento. Desde então, os golpes  têm aumentado: em São Paulo, por exemplo, o aumento desses delitos na pandemia foi de 265%, segundo a CEACrim (Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal), da Secretaria de Segurança Pública estadual.

O jornalista ainda não retificou sua fala. Houveram também, é claro, informações verdadeiras, como uma tabela explicando as diferenças entre Whatsapp e Telegram. Nakagawa também falou da queda de ações da empresa e na fortuna de Mark Zuckerberg, oriundas do apagão.  A queda dos aplicativos de Zuckerberg durou mais de 5 horas, e não foi atribuída a ataque hacker.

 A CNN Brasil está entre os três canais de notícias mais vistos do país, ao lado da Globo News e Record News. Na terça-feira passada, a estreia do CNN Business, onde o próprio ‘Naka’, que comanda a editoria de negócios, divide tela com Phelipe Siani, a audiência da emissora subiu mais de 700% no ibope. O editor-chefe do Business também apresenta quadros de tecnologia, como o “Live Tech” do noticiário da hora do almoço “Live CNN”.

Hoje, o Whatsapp  já possui cerca de 2 bilhões de usuários, nenhum, é claro, com versão premium.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s