Datafolha: consumo online de cultura dobra em menos de um ano

Pesquisa foi divulgada no último dia 22, em parceria com o Itaú Cultural. 2.276 pessoas foram entrevistadas. Mesmo depois da pandemia, tendência deve continuar.

Foto: DNB/Stephan Jockel

Uma pesquisa publicada no último dia 22 pelo Datafolha, em parceria com o instituto Itaú Cultural revela uma tendência vertiginosa de aumento do consumo da arte pela internet. Tendo dobrado de 20% em Outubro de 2020 para 40% agora, a tendência é que mesmo depois da pandemia a alta insista. Um seminário online será promovido no dia 18 de agosto pelo Itaú Cultural, para debate dos dados obtidos.

A pesquisa entrevistou 2.276 pessoas entre os dias 10 de Maio e 9 de Junho, dos quais 76% alegaram usar a internet todos os dias como meio de fruição artística. Na pesquisa passada, o percentual era de 71%. O consumo de jogos eletrônicos foi o mais beneficiado, crescendo 11% entre os dois questionários.

A digitalização da arte tem potencial para atingir públicos antes alheios a cenários culturais antes elitizados. Graças à internet,  erudito e popular transitam, e as produções democratizaram-se.

André Abujamra, músico e filho do lendário Antônio Abujamra, vê esperança com o surgimento das NFT’s – espécie de certificado de autenticidade de arquivos, que começa a ser usado em pinturas digitais -, que tem ainda muito para “desbravarmos”. Ele expressa descontentamento com a desigualdade gerada no mundo dos streamings:

“Se por um lado alguns artistas e influencers ganham muito bem, a imensa maioria fica a ver navios.
Os streaming de música pagam centavos pelas execuções, depois de retirado os impostos, porcentagens e despesas.
O mesma coisa acontece em outras plataformas como o YouTube onde para se ganhar 200 reais é preciso ralar a bunda no asfalto e sorrir.”

André Abujamra
André Abujamra. | Foto: Júlia Lanari

Xavier Vieira, Presidente da APPA, associação que realiza gestão de recursos para a cultura, diz que apesar da boa nova, é necessária melhora na monetização. O vocalista da banda ‘Planta e Raiz’, Zeider Pires, falou a mesma coisa ainda ontem, em coletiva de imprensa. Ambos concordam que é necessária maior sustentabilidade financeira.

Xavier Vieira, Presidente da APPA – Arte e Cultura | Foto: APPA (Editada)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s