Familia Maziero retoma o comando do executivo em Mococa

Sob a estampa do dentista Eduardo Ribeiro Barison e com aliança com o grupo do ex-prefeito Cido Espanha, grande puxador de votos no município, a poderosa família Maziero retorna à prefeitura em 2021, tendo também maioria na câmara, podendo eleger seu presidente e aprovar qualquer pauta que seja de interesse da família.

Barison foi secretário de saúde na gestão Maria Edna Maziero e, entre outros momentos, defendeu Elisângela Maziero em denúncia pedindo sua cassação (Elisângela optou por não estar presente na sessão desse dia, e deixar a cargo de seu subordinado essa tarefa), e a defesa das contas de Maria Edna do ano de 2015, indo na contramão do que sugeria o tribunal de contas do estado. No fim, os vereadores optaram por seguir o parecer do TCE e reprovar as contas de Maria Edna.

” [pela ex-prefeita maria edna] eu não coloco uma mão no fogo não, eu coloco as duas” (Eduardo Barison, em sessão da câmara)

Vale lembrar que Barison era, até então, filiado (e verdadeiro comandante, aqui em Mococa) ao Partido Verde. Foi no ano passado que o então vereador decidiu abrir mão do restante de sua autonomia e colocar-se formalmente abaixo dos Maziero, filiando-se ao PSD.

De origem italiana, os Maziero chegam no Brasil por volta de 1888, iniciando seu pouso na região na cidade de Araras. Começou seu acúmulo de propriedades através de uma doação da família Mingoti de terras do bairro de Caxambu.

“MASIERO: o sobrenome “Masier” é típico da região de Treviso, enquanto “Masiero” está presente em todo o Vêneto, com um ramo secundário também no Piemonte e na Lombardia. Provavelmente deriva do vocábulo vêneto “masier”, que significa “arrendatário” (agricultor que trabalha em terras alugadas de terceiros). Existem traços confirmados desse sobrenome desde o início do século XVIII. Masiero pode provir do latim “maso”, que denomina uma pequena gleba de terra. Hoje em dia, o termo “maso” é usado nas regiões montanhosas do Vêneto e Trentino-Alto Adige como sinônimo de habitação rural.”

O que se espera, já sem muita surpresa, é que após distribuir cargos em alguns locais menores da prefeitura, a família concentre-se em pontos estratégicos, de acordo com seus interesses.

Um aumento considerável da taxa de iluminação é esperado: a vereadora Elisângela Maziero ( a quem Barison é subordinado direto, apesar de informal), já declarou por vezes ser favorável a tal taxa… Área azul também deve retornar, de acordo com os interesses da vereadora, que muito provavelmente ganhará a presidência da casa.

Outros pontos menores também merecem certa atenção, como o voto de Elisângela favorável a dar cidadania mocoquense ao governador João Dória.

A santa casa é ponto chave nesta nova gestão… o PSD sempre teve grande influência – pra não dizer comando – do hospital, e o mesmo pode funcionar como uma espécie de âncora para a aprovação dessa gestão.

Resta saber o que querem os Maziero nos próximos 4 anos.

Um comentário sobre “Familia Maziero retoma o comando do executivo em Mococa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s