‘Reforma Administrativa’: A máscara do desmonte do estado

Eu não havia parado para analisar a tal reforma administrativa pretendida pelo Governo Bolsonaro… Depois de ser colocado frente a frente com ela, me dei conta de que trata-se de uma das maiores investidas contra o servidor público… Claro, o servidor público pobre: militares, juízes, promotores e todo o alto escalão continuará desfrutando de suas regalias.

Por trás do tal incentivo ao desempenho está a legalização do constrangimento e do aparelhamento… Acaba o direito do cidadão de ser servidor público, tornando-se funcionário de uma empresa gerida pelo chefe do executivo. Com o fim da estabilidade para futuros servidores, com a criação do tal estágio probatório, com a escolha de colegiados para punir e demitir servidores – colegiados esses nomeados pelo proprio chefe do executivo – o que se pode esperar é a perda em massa da cidadania de muitos. Críticas ao governo trabalhando como servidor público? Nem pensar! Ser filiado a um partido que é oposição ao gestor atual? Nem pensar!

A proposta de reforma administrativa mira num fim que já é objetivo antigo do neoliberalismo: o desmonte total do estado, dando a este instabilidade e fraqueza, tornando-o semelhante a uma empresa privada, e tirando sua função mais básica: a de ser do e para o povo.

O Jornal Nacional de hoje fez questão de falar em economicidade, em corte de gastos, em priorizar opiniões pró-desmonte… Não é interessante às grandes corporações que exista um estado forte e soberano, protetor do trabalhador e dos mais necessitados. A narrativa da Globo sempre ajudou a moldar a opinião popular, manipulando-a conforme as necessidades da burguesia… o povo, diante disso, passará a defender seu próprio estrangulamento.

Tudo o que foi a duras penas conquistado está se desfazendo como num piscar de olhos… o povo cada vez mais se distancia do poder por meio de decisões que tornam os poderosos cada vez mais poderosos. Com a atual reforma administrativa a verticalidade capitalista no Brasil se tornará ainda mais acentuada… Seremos pouco a pouco jogados ainda mais à obediência escrava ao Imperialismo.

A cereja desse bolo envenenado nos leva a esperar o pior: Bolsonaro terá o poder para interferir no cerne das autarquias e para extinguir órgãos. Já imaginou o que vem por aí? Melhor nem imaginarmos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s